", }); });
Sábado, 21 de Maio de 2022
°

-

Dólar
R$ 4,88
Euro
R$ 5,15
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Nova Xavantina

Ex-prefeito tem contas reprovadas e vereador desafia: "Eu renuncio meu mandato se ele provar inocência"

Votação foi realizada na última segunda-feira (28), na Câmara do município.

30/03/2022 às 12h24
Por: Redação Fonte: Olhar Direto
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Lázaro Thor Borges - Olhar Direto

O ex-prefeito de Nova Xavantina, João Batista Vaz da Silva, conhecido como João Cebola (MDB), teve as contas reprovadas na última segunda-feira (28) em votação realizada na Câmara do município. A gestão de Cebola é suspeita de irregularidades com as contas públicas, que ainda devem ser apuradas pelos vereadores.

 

Um dos vereadores que votou pela reprovação das contas, Elias Bueno, afirma que um dossiê recebido pelos vereadores dá detalhes das irregularidades e que todas elas precisam ser investigadas com mais cuidado.

 

“Eu propus que se ele conseguisse comprovar que algum maquinário tinha sido usado em Nova Xavantina eu renunciaria ao mandato”, desafiou Elias Bueno. Segundo o vereador, a Câmara deve investigar todas as denúncias.

 

De acordo com um dossiê recebido pelos vereadores, diversas irregularidades foram detectadas nas contas da prefeitura. Entre elas, emissão de nota fiscal antes de requisição de compra de produtos e serviços, excesso de compras diretas na área da Saúde e suspeitas de maquinário fantasma no município.

 

A Câmara do município rejeitou um parecer elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado que recomendava a aprovação das contas do ex-prefeito. No parecer, o TCE solicita apenas algumas recomendações, como por exemplo que o prefeito pague por valores “pagos indevidamente, a título de juros e multas pelo pagamento com atraso das contribuições previdenciárias, referentes ao período de setembro de 2020”, diz trecho do parecer.

 

Outro lado

 

A reportagem do Olhar Direto tentou contato com João Cebola, mas não conseguiu ser atendida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários