", }); });
Sábado, 21 de Maio de 2022
°

-

Dólar
R$ 4,88
Euro
R$ 5,15
Peso Arg.
R$ 0,04
Campinápolis Proerd

Polícia Militar realiza o encerramento do Proerd Kids em Campinápolis

O Proerd Kids, atendeu os estudantes do terceiro ano da Escola Carinho e Ternura

01/04/2022 às 11h56 Atualizada em 01/04/2022 às 12h08
Por: Redação
Compartilhe:
Fotos: 3º Sgt. PMMT Aparecido
Fotos: 3º Sgt. PMMT Aparecido

Por: Adailson Pereira e João Victor

A Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) e a Prefeitura de Campinápolis (a 545 km de Cuiabá), por meio da Secretaria Municipal de Educação, realizaram nesta sexta-feira (1), o encerramento das atividades do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proed), com os estudantes do terceiro ano da Escola Carinho e Ternura.

O Proerd Kids, atende os estudantes dos terceiros anos, e segundo o 3º Sgt. PMMT, Aparecido, houve quatro encontros com os alunos da escola, tendo encerrado o programa nesta sexta-feira.

O militar ainda ressalta que em breve, o programa vai atender os estudantes do 5º ano da Escola Anastácio Feliciano Alves.

“Iremos voltar a Campinápolis com o Proerd ‘Caindo na Real’, voltado para os alunos do 5º ano. Será um programa mais extenso, com 10 encontros, ou seja, serão 10 lições”, disse o 3º Sgt. PMMT Aparecido.

Ainda de acordo com o policial, em Campinápolis, os encontros foram feitos com a ajuda do Sd. PMMT Divino, de Nova Xavantina.

“A Coordenação Estadual do Proerd delega essas missões aos instrutores, como o Sd. Divino é o meu parceiro aqui, recebemos a missão de aplicarmos o programa em Nova Xavantina e Campinápolis. A missão geral é que o Proerd seja aplicado em todos os municípios de Mato Grosso”, ressalta o militar.

Para a diretora da Escola Carinho e Ternura, Deuzuíta Pereira de Souza, o Proerd ensina as crianças a serem bons cidadãos, com boas maneiras, além de evitar drogas e a violência. “O pessoal faz um trabalho bem feito. É o segundo ano que o programa é realizado na escola. Nossos alunos ficam empolgados com os policiais que são muito gentis, dedicados, respondem todas as perguntas e orientam os estudantes”, analisa a diretora.

Sobre o programa, o 3º sargento revela que o Proerd só funciona através da parceria com a prefeitura, através da Secretaria de Educação, Polícia Militar e a família.

“Se um desses três falhar, o Proerd não consegue chegar ao seu objetivo final, que é ensinar as crianças com noções seguras e serem responsáveis”, disse o policial.

O Proerd está em Mato Grosso há mais de 21 anos, levando informações para crianças e adolescentes. Para o 3º Sgt. Aparecido, o programa não trata apenas sobre drogas ou violência, “nós levamos muitas informações, para deixar nosso público mais confortável e seguro, com habilidades para tomar as melhores decisões na vida, sendo um bom cidadão. Além disso, o Proerd nas escolas faz o papel preventivo, que são as rondas ostensivas”, finaliza o militar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários