", }); });
Sábado, 21 de Maio de 2022
°

-

Dólar
R$ 4,88
Euro
R$ 5,15
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Polícia

Pai é preso por tortura e homem é detido suspeito de estupro contra menina de 11 anos em MT

A madrasta da vítima também foi detida por omissão, pois tinha conhecimento da relação da criança com o adulto, segundo a polícia.

27/04/2022 às 11h18
Por: Redação Fonte: G1 MT
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

G1 MT

 

O pai de uma menina de 11 anos foi preso por suspeita de tortura contra a filha, em Santa Terezinha, no nordeste do estado, nessa terça-feira (26). Um segundo homem, de 19 anos, suspeito de estupro contra a criança também foi preso, assim como a madrasta da menina, por omissão.

 

De acordo com a Polícia Civil, a criança foi torturada pelo pai após dormir fora de casa. Também há relatos de que o mesmo ocorria com frequência em outras ocasiões.

 

As agressões na noite de segunda-feira foram gravadas e servirão como elementos de prova para o inquérito instaurado na delegacia.

 

Segundo o delegado de Santa Terezinha, Diogo Jobane Neto, a vítima morava com o pai, a madrasta e os irmãos em um assentamento na zona rural do município.

 

Na noite de segunda-feira, a polícia disse que recebeu uma denúncia de violência contra a menor. No assentamento, os policiais prenderam os três suspeitos em flagrante.

 

Conforme investigação no local, o pai da menina teria a na rua e bateu a cabeça dela em uma estaca de madeira, depois de retirá-la de um veículo e leva-la para casa. No endereço dos responsáveis, a menor foi encontrada dormindo do lado de fora da residência com mais duas crianças.

 

O delegado disse que a criança e os irmãos sempre dormiam nesse local, um barraco de tábuas e coberto apenas por palhas e sem nenhuma estrutura, porque a madrasta não queria que os menores ficassem na casa principal para 'não bagunçar' a residência.

 

Já o homem suspeito estupro contra a menor confessou que mantinha um relacionamento com a vítima e que ela era constantemente agredida e maltratada pelo pai.

 

Todos foram encaminhados à Delegacia de Santa Terezinha e autuados em flagrante pelos crimes de tortura (pai da menor); estupro de vulnerável (adulto que tinha relacionamento com a menina) e a madrasta, que responderá pelo crime de estupro de vulnerável pela omissão imprópria, pois tinha conhecimento da relação da criança com o adulto.

 

O Conselho Tutelar foi comunicado e fez o acolhimento da menina.

 

O delegado representou pela conversão do flagrante em prisão preventiva dos três adultos, que serão apresentados em audiência de custódia da Justiça.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários