", }); });
Quarta, 29 de Junho de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,27
Euro
R$ 5,54
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Canarana

Dona de berçário em Canarana é presa suspeita de tortura e maus-tratos

A PJC começou a investigar o local após denúncia de 15 pais.

25/05/2022 às 11h37
Por: Redação Fonte: Canarana em Foco
Compartilhe:
Foto: TV Cidade Interativa
Foto: TV Cidade Interativa

Por: Adailson Pereira

A Justiça de Mato Grosso decretou na última sexta-feira (20), a prisão preventiva da proprietária de um berçário de Canarana (a 644 km de Cuiabá), suspeita de torturar crianças. A dona foi presa na zona rural do município e encaminhada para a cadeia pública feminina de Nova Xavantina, na terça-feira (24).

Segundo informações, a proprietária do berçário está sendo investigada por maus-tratos e tortura. A prisão foi decretada pelo Poder Judiciário, e após a conclusão das investigações da Polícia Judiciária Civil (PJC MT), o pedido de prisão foi decretada pela Promotoria da Justiça da comarca de Canarana.

Após a prisão preventiva, a proprietária passou por audiência de custódia, na delegacia de forma virtual. Foi realizado o exame de corpo de delito no Hospital Municipal e posteriormente conduzida para a cadeia pública feminina.

Entenda o caso

A PJC começou a investigar o estabelecimento após 15 pais procurarem a delegacia para denunciar os maus-tratos sofridos pelos seus filhos.

As investigações começaram no início do mês de maio.

Segundo relatos da Polícia Civil, os pais encaminharam fotos e vídeos das crianças com algumas lesões.

Em entrevista ao site Mix Agora, o pai de uma criança que frequentava o berçário, relatou que sua filha não costumava dormir a tarde. No entanto, após ser deixada no local, ela começou a agir de forma estranha.

O jovem que preferiu não ter sua identidade revelada disse ainda que suspeitava que a proprietária dava algum remédio para que sua filha pudesse dormir.

“A dona mandava fotos e vídeo da minha filha dormindo. Teve um dia que fui buscar ela no berçário, minha filha veio toda sonolenta, prova que a dona dava algum medicamento”, relatou o pai.

O caso repercutiu em Canarana. Vários pais fizeram postagens nas redes sociais acusando a proprietária do estabelecimento.

Um dos pais chegou a instalar uma câmera de segurança na bolsa do filho no intuito de obter provas contra a dona do berçário.

Contudo, as investigações foram concluídas na última semana, e o caso segue em segredo de justiça.

(Com informações, Canarana em Foco)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários