", }); });
Quarta, 29 de Junho de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,27
Euro
R$ 5,54
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Ribeirão Cascalheira

Professores de Ribeirão Cascalheira ameaçam entrar em greve; prefeitura municipal faz contraproposta

A categoria deve paralisar as atividades por dois dias. Se não houver acordo, a greve pode ser por tempo intederminado

25/05/2022 às 13h15 Atualizada em 25/05/2022 às 13h20
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Por: Adailson Pereira

Os professores municipais de Ribeirão Cascalheira (a 880 Km de Cuiabá), ameaçam fazer uma paralisação, nos dias 26/05 e 02/06, a fim de cobrar uma proposta da recomposição salarial por parte da prefeitura municipal.

Vários bilhetes estão sendo entregues nas escolas informando sobre a decisão (veja no final da matéria).

Segundo o comunicado da subsede do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), de Ribeirão Cascalheira, a categoria não avançou nas negociações com a prefeitura.

O comunicado relata que a Luzia Brandão (Solidariedade), apresentou uma proposta de 10% de recomposição, diante dos 33,24% estabelecido pela Lei Federal. A categoria exige a recomposição de 27,31%. A nota ainda diz que se não houver acordo, a categoria vai entrar em greve por tempo indeterminado.

Resposta

A Prefeitura Municipal de Ribeirão Cascalheira fez uma contraproposta, nesta quarta-feira (25), às 10h27 (veja no final da matéria).

Segundo o ofício, a contraproposta é de 10% de imediato, assim que obtiver aceitação da proposta pela categoria. O mesmo será encaminhado e aprovado pelo Legislativo e sancionado pelo Executivo o referido projeto.

Haverá também o acréscimo de 17,31% sob a folha salarial de dezembro do corrente ano. O oficio reforça que ambas as percentualidades dar se há sob Lei nº 11.738/08, retroagindo a proposta a primeiro de janeiro de 2022.

Por fim, a prefeitura disse que está aguardando a resposta da subsede do Sintep para a retomada de diálogo, antes que sejam tomadas outras decisões que possa prejudicar os alunos em sala de aula.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários