", }); });
Quarta, 29 de Junho de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,27
Euro
R$ 5,54
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Polícia

Suspeito de render e roubar funcionários de posto de combustível é preso em Nova Xavantina

Com ele, a Polícia Militar recuperou a quantia de R$ 2.229,00.

27/05/2022 às 10h12
Por: Redação Fonte: Semana 7
Compartilhe:
Foto: PMMT
Foto: PMMT

Semana 7

 

Um homem de 21 anos foi preso na quarta-feira (25), suspeito de um roubo ocorrido a um posto de combustível na cidade de Nova Xavantina (a 660 km de Cuiabá). Com ele, a Polícia Militar recuperou a quantia de R$ 2.229,00 que havia sido levado durante a ação criminosa.

 

Conforme o boletim de ocorrência, na noite anterior, por volta de 20h, uma equipe da PM foi acionada para verificar uma situação de roubo em um posto de combustível, às margens da rodovia BR-158. No local, os funcionários informaram que o suspeito estava armado e que levou uma grande quantia em dinheiro e os celulares das vítimas. Ele ainda teria efetuado disparos de arma de fogo para impedir que os funcionários o seguissem depois do crime.

 

Após diligências, os policiais reuniram informações sobre a localização do suspeito e o abordaram próximo a uma residência no bairro Novo Horizonte. Em revista pessoal, foram encontrados R$ 2.229,00 em notas de diversos valores.

 

Questionado sobre a procedência do dinheiro, o suspeito não soube responder. A PM contatou os funcionários do posto de combustível, os quais identificaram o homem como o responsável pelo roubo, por causa do porte físico e também com auxílio de imagens do circuito de monitoramento do estabelecimento, além da quantia em dinheiro encontrada.

 

Diante dos fatos, o criminoso recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a delegacia da cidade junto com o material apreendido para registro da ocorrência e demais providências cabíveis. (Com Assessoria).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários