", }); });
Quarta, 29 de Junho de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,27
Euro
R$ 5,54
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Ribeirão Cascalheira

Autor de latrocínio ocorrido em Ribeirão Cascalheira tem prisão cumprida em MT

O corpo da vítima foi localizado em avançado estado de decomposição.

09/06/2022 às 14h15
Por: Redação Fonte: PCJ MT
Compartilhe:
Foto: PJC MT
Foto: PJC MT

Assessoria/PJC MT

 

O autor de um roubo seguido de morte ocorrido em Ribeirão Cascalheira (900 km a leste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (08.06), no município de São José do Rio Claro, região médio norte do Estado.

 

O foragido teve o mandado de prisão decretado pelo Poder Judiciário, por latrocínio e ocultação de cadáver, após ser identificado pela Delegacia de Ribeirão Cascalheira, como o autor do crime ocorrido no mês de maio.

 

No dia 16 de maio, foi localizado um cadáver em avançado estado de decomposição em uma área de vegetação às margens da Rodovia BR 158, KM 464, sentido cidade de Água Boa.

 

Durante as diligências para esclarecer a ocorrência, os policiais civis de Ribeirão Cascalheira descobriram que a vítima, identificada como Rodrigo Sardinha Pacheco, de 28 anos, teve um desentendimento com o suspeito em um bar no dia 13 de maio.

 

Conforme apurado, após a briga o suspeito e vítima foram embora do estabelecimento, e logo depois Rodrigo foi morto e teve o seu corpo ocultado às margens da rodovia. O carro VW Gol e o celular da vítima foram subtraídos pelo investigado.

 

Após cometer o crime o suspeito vendeu o celular para um homem em Ribeirão Cascalheira, e vendeu o automóvel para uma pessoa na cidade de Paranatinga. Em seguida o ele seguiu para São José do Rio Claro, onde possui residência.

 

Com base nas informações apuradas foi solicitado apoio a equipe de São José do Rio Claro, que localizou o procurado e deu cumprimento ao mandado de prisão. O suspeito foi conduzido para as providências, e será colocado à disposição da Justiça.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários