", }); });
Quarta, 29 de Junho de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,27
Euro
R$ 5,54
Peso Arg.
R$ 0,04
Campinápolis Infraestrutura

Ponte sobre o córrego Gameleira em Campinápolis deve ser inaugurada em breve

A construção da ponte de concreto armado custou aos cofres do município um pouco mais de R$ 455 mil.

15/06/2022 às 12h32
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Por: Adailson Pereira

A Prefeitura de Campinápolis (a 545 km de Cuiabá), vai inaugurar nos próximos dias, a ponte sobre o córrego Gameleira, na estrada que liga o município ao distrito de São Jose do Couto, via aldeias indígenas.

O prefeito José Bueno Vilela (PSD) visitou a obra, que está em fase de conclusão. Essa é a terceira ponte feita com recursos próprios no mandato, sendo que tem mais uma em execução e outra que deve ser iniciada em breve.

A ponte sobre o córrego Gameleira tem as dimensões de 15m de comprimento x 5m de largura, e custou aos cofres do município um pouco mais de R$ 455 mil.

Vale ressaltar que Campinápolis conta com uma extensa malha viária, a qual, além da zona rural do município, se estende até o distrito de São José do Couto e por toda reserva indígena.

Diante disso, a grande maioria das vias são, em determinados pontos, cortadas por córregos, riachos e rios que necessitam de pontes para a transposição de obstáculos, devido a topografia acidentada do terreno.

Na época das chuvas, as pontes feitas de madeiras não suportam as enchentes, precisando passar por reparos, causando desconforto e prejuízos a quem precisa transitar por elas.

Segundo o prefeito, José Bueno, a ponte sobre o córrego Gameleira é importante, pois a via é rota de escoamento de produção e grande circulação de pessoas.

“A ponte se encontrava em estado deteriorado apresentando risco de colapso, inclusive já foi local de alguns acidentes, devido sua superfície escorregadia e ausência de guarda rodas”, disse o gestor explicando a necessidade a construção de uma nova ponte de concreto armado no local.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários