", }); });
Domingo, 17 de Outubro de 2021 00:33
66 98150-5448
Geral Paralisação

Caminhoneiros seguem com a paralisação em rodovias de MT; presidente Bolsonaro pede o fim do movimento

Temendo desabastecimento, vários moradores fazem filas extensas em diversos postos de combustíveis.

09/09/2021 11h15
Por: Redação Fonte: Semana 7
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Por: Adailson Pereira

Semana 7

 

Caminhoneiros, produtores rurais e outras categorias de trabalhadores da região de Água Boa realizaram, nesta quarta-feira (8), uma mobilização pacífica em prol do voto impresso e contra o Supremo Tribunal Federal (STF), além disso, buscam chamar a atenção do governador Mauro Mendes (DEM) em relação aos valores de impostos cobrados nos combustíveis.

 

Já nesta quinta-feira (9), segundo as informações, o intuito é bloquear a BR-158 na altura do trevo do Martinão, rotatória da BR-158 com a MT-240, na cidade de Água Boa. Também foi repassado que carros, ambulâncias e cargas perecíveis poderão seguir viagem, mas caminhões serão bloqueados.

 

“Aqui vai estar bloqueado, só carros pequenos e ônibus podem seguir normal. Quem estiver em casa ou na fazenda, pode permanecer, porque aqui não passa mais”, afirmou um dos manifestantes.

 

Outro município mato-grossense que está com trechos paralisados é Rondonópolis.

 

Os caminhoneiros fecharam a BR-163 para veículos de carga, deixando passar apenas os que transportam perecíveis. Os demais são parados e convidados a aderir ao manifesto. (Com informações do Notícias Interativa).

 

Barra do Garças

 

Em Barra do Garças, maior cidade do Vale do Araguaia, a paralisação dos caminhoneiros ocorre em na BR-070 e na BR-158.

 

Na noite de quarta-feira, alguns manifestantes percorreram as principais ruas dos municípios de Barra do Garças e Aragarças-GO.

 

Temendo o desabastecimento, houve filas quilométricas em diversos postos das três cidades (Barra do Garças, Pontal do Araguaia e Aragarças). Alguns populares levaram galões para armazenar combustível.

 

Fim da paralisação?

 

O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), em áudio gravado no final da noite de quarta-feira amenizou o discurso e fez um apelo aos caminhoneiros para que não parem o país.

 

“Fala para os caminhoneiros aí que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham a nossa economia e isso provoca desabastecimento, inflação, prejudica todo mundo e, em especial aí, os mais pobres. Então, dá um toque aí nos caras, se for possível, e vamos liberar, tá ok? Para a gente seguir com a normalidade. Deixa com a gente em Brasília agora. Não é fácil negociar, conversar, por aqui com outras autoridades, mas a gente vai fazer a nossa parte e buscar uma solução, tá ok? E em meu nome dar um abraço a todos os caminhoneiros aí”, disse Bolsonaro em áudio.

 

Após a divulgação do áudio com o apelo do presidente aos caminhoneiros, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, divulgou um vídeo, às 22h30, atestando a veracidade do áudio. Ele disse que há questionamentos entre caminhoneiros se o áudio é real e se é uma gravação atual.

 

Um dos líderes do movimento, Zé Trovão, que está com mandado de prisão em aberto, disse que só vai acreditar quando o presidente Jair Bolsonaro, gravar um vídeo mostrando a data e a hora pedindo para que a paralisação encerre.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (18/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Terça (19/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °