", }); });
Sábado, 04 de Dezembro de 2021 23:21
66 98150-5448
Geral Fico

Empresas disputam na justiça controle de “ferrovia da soja” em Goiás e Mato Grosso

A empresa Rumo Logística, que administra parte das ferrovias no país, iniciou uma série de embates na Justiça contra a concorrente VLI, cuja sócia majoritária é a mineradora Vale.

01/11/2021 12h36
Por: Redação Fonte: Sagres Online
Foto: Christiano Antonucci
Foto: Christiano Antonucci

Sagres Online

O controle da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (FICO) é alvo de batalhas judiciais entre concessionárias do transporte ferroviário. A empresa Rumo Logística, que administra parte das ferrovias no país, iniciou uma série de embates na Justiça contra a concorrente VLI, cuja sócia majoritária é a mineradora Vale. No centro da disputa está o domínio do escoamento da produção do agronegócio em Mato Grosso e Goiás.

A VLI deu entrada, na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em quatro pedidos de autorização de trechos. A Rumo também procurou a ANTT para apresentar dois pedidos idênticos aos da VLI e ainda entrou com uma ação judicial para barrar todos os pedidos de autorização.

O argumento da Rumo é contrário a portaria do governo federal que regulamenta Medida Provisória sobre o assunto. A portaria definia que, se houver incompatibilidade ou outro motivo, seria priorizada a outorga de autorização de acordo com a ordem de apresentação da documentação exigida pelo ministério.

Na última semana, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, remeteu para análise da Câmara dos Deputados o projeto de novo marco legal das ferrovias. O encaminhamento ocorre após a aprovação do texto pelos senadores, que chancelaram a proposta. A votação foi acelerada no Senado após o governo editar uma MP com conteúdo similar.

Investimento

Em setembro, o presidente Jair Bolsonaro, esteve em Mara Rosa (GO), e participou de solenidade que marcou o início da construção da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico). Serão investidos R$ 2,7 bilhões na construção de 383 quilômetros de trilhos, entre Mara Rosa e Água Boa, no Mato Grosso, interligando o Vale do Araguaia à Ferrovia Norte-Sul (FNS). A nova malha ferroviária vai favorecer o escoamento da safra de grãos aos portos de Santos (SP), Itaqui (MA) e, no futuro, Ilhéus (BA).

2022

Neste final de semana, grupos políticos se movimentaram visando as eleições em 2022. Uma das ações ocorreu no último sábado; O senador Vanderlan Cardoso e o secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles, estiveram na casa do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira para reforçar o convite de filiação do deputado ao PSD. Outros integrantes do partido também participaram do encontro. Lissauer é um dos insatisfeitos da aliança MDB-DEM, com Daniel Vilela sendo vice na chapa do governador Ronaldo Caiado. Na última semana, Vanderlan Cardoso também demonstrou descontentamento.

Projeto nacional

A presença de Henrique Meirelles como eventual candidato ao Senado na chapa que será encabeçada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), está na mira da direção nacional do PSD. É que já é estudada a montagem de palanques competitivos nos estados vinculados a uma possível candidatura presidencial de Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, que trocou na quarta-feira o DEM pelo PSD. Em um cenário de polarização nacional, entre Lula e Bolsonaro, dirigentes miram que Pacheco pode chegar até 15% dos votos, e atuaria como puxador de votos no novo cenário de fim das coligações proporcionais.

Visitas

Intensificando a agenda de entregas em diferentes regiões goianas, o governador Ronaldo Caiado também esteve no sudoeste do estado, em Jataí, local em que entre diversos compromissos, entregou 298 escrituras de moradia. Caiado voltou a fazer críticas à gestão anterior, ao perguntar o que foi feito com o dinheiro do Estado durante 20 anos.

Tucanos

Ainda bastante desgastado politicamente, o PSDB tenta se reorganizar visando a disputar eleitoral de 2022. O partido promoveu mais um encontro regional no final de semana, desta vez em Goianésia, reduto do deputado estadual Hélio de Sousa e do empresário Otávio Lage de Siqueira Filho. Lage criticou o governador Ronaldo Caiado, defendeu Perillo e os programas sociais desenvolvidos nas gestões tucanas. 

Apoio

O presidente estadual do PL, Flávio Canedo, eforçou que haverá apoio incondicional à candidatura do prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (sem partido) ao governo estadual. A declaração foi feita em discurso durante festa de aniversário da esposa dele, a deputada federal, Magda Mofatto, “O PL não tem medo. Quando o PL declarou apoio ao Gustavo, pré-candidato ao governo, nós não condicionamos nada.

Nem a vinda dele ao PL”, destacou Canedo. O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), participou da atividade, assim como Mendanha.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (05/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Segunda (06/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °