", }); });
Terça, 18 de Janeiro de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,52
Euro
R$ 6,30
Peso Arg.
R$ 0,05
Geral Polícia

Polícia Militar prende quadrilha suspeita de sequestrar e torturar mulheres em Confresa

Os homens suspeitavam que as jovens teriam passado informações sobre eles para a polícia.

01/12/2021 às 09h18
Por: Redação Fonte: Semana 7
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Semana 7

 

Quatro homens suspeitos de tráfico de drogas, sequestro, cárcere privado e tortura mediante sequestro, foram presos na noite de segunda-feira (29), em Confresa.

 

Segundo informações, a guarnição da Polícia Militar recebeu denúncias anônimas de que duas jovens tinham sido sequestradas por um grupo pertencentes a organização criminosa na noite de domingo (28). A suspeita era de que as meninas poderiam estar mortas.

 

Posteriormente, os militares se deslocaram até a residência de uma das jovens, onde elas haviam acabado de chegar.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, as vítimas de 15 e 18 anos estavam chorando e contaram que foram sequestradas por três homens em um bar da Vila 2000. Elas ainda informaram que foram agredidas com socos, tapas e pedaços de madeira.

 

Os agressores estavam suspeitando que as jovens teriam passado informações sobre eles para a polícia.

 

Os agentes conseguiram localizar o primeiro suspeito em uma avenida do município.

 

Com ele, foram encontrados 18 invólucros de substância análoga à maconha para a comercialização e a quantia de R$ 632 em notas trocadas.

 

Além dele, outras duas pessoas também são suspeitas de participar do sequestro.

 

O automóvel usado para o sequestro também foi apreendido, junto ao proprietário do veículo, que é pai de um dos suspeitos.

 

Diante dos fatos, foram apreendidos R$ 895, 18 trouxas pequenas de maconha e duas medianas do mesmo entorpecente, além de dois celulares e um veículo. O caso seguiu para investigação da Polícia Judiciária Civil. (Com informações do Olhar Alerta).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários