", }); });
Terça, 18 de Janeiro de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,52
Euro
R$ 6,30
Peso Arg.
R$ 0,05
Geral Aprovado

Deputados aprovam orçamento de 2022 com quase 300 emendas

Texto foi lido e aprovado em segunda votação nesta quinta-feira (16).

17/12/2021 às 11h15
Por: Redação Fonte: Repórter MT
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Repórter MT

 

Os deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) aprovaram, nesta quinta-feira (16), a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022, com arrecadação prevista em R$ 26,5 bilhões, cerca de 20% a mais do que o previsto para 2021.

 

A LOA recebeu apenas um voto contrário, do deputado estadual Lúdio Cabral (PT), que tem defendido que o orçamento estaria subestimado em, pelo menos, R$ 6 bilhões. A alegação leva em consideração as taxas de arrecadação nos últimos anos, sendo que, apenas em 2021, o Estado arrecadou quase R$ 5 bilhões a mais do que estava previsto.

 

Após a aprovação da LOA, os deputados passaram a analisar os pedidos de destaques às emendas que foram rejeitadas nas comissões de mérito, e mantiveram o parecer, não aprovando nenhuma a mais. Ao todo, a LOA chegou a receber 314 emendas, sendo que 294 foram aprovadas nas comissões. 

 

Uma das emendas destacadas, de autoria do deputado Thiago Silva (MDB), chegou a receber 11 votos favoráveis, mas, como são necessários pelo menos 13 votos para derrubar os pareceres contrários, acabou rejeitada. O objetivo era destinar R$ 500 mil para o estado implantar a Rede de Atenção às Pessoas com Esquizofrenia. 

 

Orçamento

 

Pela proposta do governo estadual, são fixadas receita e despesa em R$ 26.585 bilhões, e uma renúncia fiscal líquida calculada em R$ 8.512 bilhões. O governo também previu investimentos na ordem de R$ 3,3 bilhões, sendo que, desses, R$ 2,9 bilhões são de receitas próprias do Estado, ou seja, um percentual de cerca de 15%.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários