", }); });
Quarta, 29 de Junho de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,27
Euro
R$ 5,54
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Investimentos

Senador acredita que pavimentação de trecho da BR-158 deve ser iniciada neste ano

Wellington Fagundes lembrou que início das obras depende da emissão de uma Licença de Instalação (LI).

15/06/2022 às 12h46
Por: Redação Fonte: Semana 7
Compartilhe:
Foto: Semana 7
Foto: Semana 7

Semana 7

 

O senador Wellington Fagundes (PL) disse ter expectativas de que as obras de pavimentação do contorno leste da BR-158 sejam iniciadas ainda neste ano. A declaração foi feita em entrevista ao Semana7, durante recente vistoria do governador Mauro Mendes (UB) e comitiva às obras da ponte do Rio das Mortes, entre Cocalinho e Nova Nazaré.

 

A BR-158 é um corredor logístico para escoamento da safra até os portos da região norte do país e o início das obras no trecho conhecido como contorno leste - legalmente fora do traçado da reserva indígena Marãiwatsédé - depende da emissão da Licença de Instalação (LI), a qual está condicionada à aprovação final do Projeto Básico Ambiental (PBA), junto ao IBAMA.

 

Wellington lembrou que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) já tem licitado o lote ‘A’, no trecho entre Porto Alegre do Norte, Luizinho, Pontinópolis e Alto Boa Vista, e trabalha para a licitação do lote ‘B’, entre os municípios de Alto Boa Vista, Serra Nova Dourada e Alô Brasil.

 

Ainda de acordo com o senador, a obra da ponte sobre o rio Araguaia, na BR-080, em Luiz Alves (GO) também está perto de ser concluída e contribuirá para o desenvolvimento da região. Ele também comentou sobre a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO) ligará a cidade de Mara Rosa (GO) a Água Boa (MT).

 

“Esta região [Araguaia], com certeza, o desenvolvimento nos próximos anos será muito grande. Por isso, eu sempre tenho dito que quem quiser comprar, compre logo. E quem puder não vender, não venda! Porque aqui será a região de maior valorização do Brasil”, disse Fagundes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários